NUDI UFSM

Blog do Núcleo de Direito Informacional da Universidade Federal de Santa Maria.

Agora o NUDI é grupo de pesquisa registrado no CNPq!

Dias frios e úmidos em Santa Maria. Todo o cuidado é pouco para não pegar uma gripe (ou uma pneumonia leve, como a nossa presidenta). Mas se há uma notícia que consegue aquecer os nossos corações pesquisadores, com certeza é esta:

Desde sábado (30/04), o Núcleo de Direito Informacional é, oficialmente, um grupo de pesquisa registrado no Diretório do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq.

Página do NUDI no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq.

Página do NUDI no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq.

Já era sem tempo! …mas o caro e cético visitante pode estar se perguntando “tá, e daí? Qual a relevância disso?”. Explicamos. O Diretório dos Grupos de Pesquisa, projeto desenvolvido no CNPq desde 1992, compõe-se de uma base de dados que contêm informações sobre os grupos de pesquisa em atividade em todo o País – seu nome, seus líderes, estudantes envolvidos, linhas de pesquisa desenvolvidas, produção científica, situação no espaço e tempo. Esse Diretório possui três funções principais: (1) o intercâmbio e a troca rápida e precisa de informações; (2) o uso das informações para planejamento e gestão de atividades científico-tecnológicas e (3) a preservação da memória da atividade científico-tecnológica no Brasil. Disso se infere que o grupo porventura registrado nessa base de dados terá as prerrogativas de (1) ser reconhecido por seus pares na comunidade científica brasileira e, por sua vez, reconhecê-los também; (2) integrar índices de caráter nacional sobre atividades de pesquisa desenvolvidas no Brasil; (3) ter suas informações relativas a produção constantemente atualizadas e livres ao acesso de interessados no país inteiro. Em suma, com esse registro, o NUDI passou a existir em âmbito não apenas local (UFSM) ou regional (RS), mas nacional. Esse marco inaugura uma nova fase, com mais responsabilidades, sem dúvida, mas também mais desafios e (por que não?) diversão. Vida longa ao NUDI e aos nudianos.

[Para acessar a página do NUDI no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, clique aqui. Para acessar a página principal do Diretório, clique aqui.]

Aproveito a ocasião para divulgar que o NUDI, nesse processo de registro, terminou por ganhar mais um membro: o prof. Rafael Santos de Oliveira. Benvindo! O professor entra no grupo acompanhando a professora Rosane em sua condição de liderança. Isso quer dizer que o NUDI agora conta com dois líderesduas linhas de pesquisa, quais sejam, os (conhecidos) direitos fundamentais na sociedade informacional e o (novo) ativismo digital e cidadania global.

[Aos interessados, avisamos com discrição que o professor Rafael está em vias de organizar um projeto de pesquisa em sua linha… mantenham-se alertas!]

***

E no próximo post: Diário de uma pesquisadora. Anna e suas (pilhas de) leituras do semestre. No mundo virtual e espelhado, conseguirá ela ver em si própria o sujeito fractal? [Comentários à leitura de Elementos para a Crítica da Cibercultura, de Francisco Rüdiger.]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: