NUDI UFSM

Blog do Núcleo de Direito Informacional da Universidade Federal de Santa Maria.

Site do governo inglês recebe prêmio pela simplicidade e clareza no acesso a informações públicas

Há poucos dias me deparei com uma notícia bastante interessante.

O site do governo inglês foi o primeiro site a receber o prêmio de Design do Ano, concedido pelo Museu do Design, superando diversos concorrentes, que incluíam áreas como moda e arquitetura.

De acordo com os responsáveis pelo site, a ideia era criar algo extremamente objetivo, em que o cidadão pudesse encontrar facilmente as informações buscadas. Ben Terret, chefe de design do Serviço Digital do Governo Britânico, disse que, para sua criação, foram juntados milhares de outros sites esparsos, com o objetivo de criar um site o mais simples, objetivo e funcional possível, que possibilitasse ao usuário encontrar de maneira rápida e clara as informações necessárias.

Sem título

Imagem do site do governo inglês

Realmente, quando acessamos o site, a simplicidade salta aos olhos. Mas é exatamente isso que é importante. Sites demasiadamente coloridos e poluídos não combinam com Governo Eletrônico, o que é confirmado pela seguinte afirmação de Terret: “Você não tem que entrar no site e dizer ‘nossa, olhe esse design’, você tem que entrar no site e descobrir o valor do salário mínimo.”

A nossa Lei de Acesso à Informação prevê, no art. 5º, que “é dever do Estado garantir o direito de acesso à informação, que será franqueada, mediante procedimentos objetivos e ágeis, de forma transparente, clara e em linguagem de fácil compreensão”.

É aquela velha história: não basta fornecer a informação, é preciso que ela seja o mais clara, direta, simples e acessível possível. A maior parte das pessoas não possui os conhecimentos técnicos necessários para decifrar aquele emaranhado de dados confusos que normalmente encontramos em sites governamentais, o que demonstra a importância de um design intuitivo, que facilmente direcione a pessoa ao seu objetivo.

E, por fim, uma questão que me chamou a atenção é que, ao acessarmos o site, já aparece, logo na parte superior da tela, um link direcionando para informações sobre o que são cookies e qual o uso que o governo inglês faz deles. É notório que grande parte dos cidadãos sequer faz ideia da existência de cookies e muito menos para que servem. Fornecer assim, de cara, uma explicação simples e direta demonstra que, ao menos em tese, o governo britânico procurar ser transparente no uso que faz dos dados pessoais de seus cidadãos.

Fontes:

Não basta dar acesso a informação, é preciso fornecer informação acessível.

Por que este simples site do Governo Britânico ganhou o prêmio de melhor design do ano?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: