De Marshall McLuhan aos dias atuais: a Cartilha da Acessibilidade como forma de conscientização.

Por Luiz Henrique Silveira dos Santos. 

texto nudi2

Desde meados dos anos 60 o canadense Marshall McLuhan alertava os efeitos que as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) poderiam apresentar na sociedade. Segundo o teórico, certo dia as tecnologias seriam uma extensão dos sentidos de seus usuários e permitiriam a conexão de diversas pessoas por meio de uma rede de informação, formando uma grande “Aldeia Global” (LIMA; BONFIM, 2016, p. 13).

Os ensinamentos repassados por McLuhan, mesmo que desenvolvidos em uma época sem a utilização em massa da Internet, poderiam ser facilmente trazidos à análise atualmente, visto que, apresentam as caractéristicas da sociedade informatizada contemporânea.

A percepção do autor de que o meio da informação controla a proporção e a forma das ações e associações humanas, (LIMA; BONFIM, 2016, p. 7) concretiza-se neste mundo interligado pela Internet, onde o fluxo de informações e comunicações nunca foi tão grande e rápido.

A penetração da rede cibernética na sociedade e o entendimento de que a informação poderia ser sinônimo de poder, exigiu das doutrinas jurídicas e das garantias já constituídas uma reformulação em suas conceituações e aplicações, de forma que os direitos não restassem inertes nesta nova arquitetura social.

Desta forma, direitos como o acesso à informação, positivado no rol dos direitos fundamentais previstos no artigo 5º da Constituição Brasileira de 1988, deve também refletir na plataforma cibernética, de forma ampla à todos os usuários.

Ademais, a acessibilidade digital e a transparência da informação constituem direitos entrelaçados com a atual “sociedade da informação”. Neste sentido, eliminar barreiras ao acesso digital se faz necessário para uma maior aproximação entre os indivíduos e as novas tecnologias.

texto nudi.jpg

Segundo dados obtidos pelo IBGE em 2010, quase 24% da população brasileira – cerca 45 milhões de pessoas – disseram possuir algum tipo de deficiência. Para estes indivíduos o acesso à informação no meio digital pode ser ainda mais difícil, tendo em vista as suas limitações e a falta de mecanismos adequados às suas condições.

Pensando na inclusão de portadores de necessidades especiais que o Grupo de Trabalho de Acessibilidade na Web do Brasil, da associação Word Wide Web Consortium (W3C) em parceria com o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI), criou a “Cartilha da Acessibilidade”, onde a partir de dois fascículos, orienta-se meios de utilização da internet para portadores de necessidades especiais, cita-se legislações referentes à matéria e busca-se conscientizar o cidadão sobre a importância da acessibilidade universal na Web e seus direitos de informação.

Para acessar o primeiro fascículo da Cartilha, clique aqui: http://ceweb.br/media/docs/publicacoes/1/cartilha-w3cbr-acessibilidade-web-fasciculo-I.pdf

Para acessar o segundo fascículo da Cartilha, clique aqui: http://www.w3c.br/pub/Materiais/PublicacoesW3C/cartilha-w3cbr-acessibilidade-web-fasciculo-II.pdf

REFERÊNCIAS

Deficiente Ciente, Censo 2010 reforça desafio do Brasil em dar uma vida digna aos deficiente. Disponível em: <https://www.deficienteciente.com.br/censo-2010-reforca-desafio-do-brasil-em-dar-uma-vida-digna-aos-deficientes.html. Acesso em 14 jul. 17

Ceweb.br, Conheça as ações do Ceweb.br para a conscientização sobre acessibilidade digital. Disponível em: <http://www.ceweb.br/noticia/notas/conheca-as-acoes-do-ceweb-br-para-conscientizacao-sobre-acessibilidade-digital/. Acesso em 14 jul. 17

LIMA, Ana Cláudia Silva; BOMFIM, Filomena Maria Avelina. A Implementação da Aldeia Global de McLuhan no século XXI: a Educomunicação como ambiente sustentável de aprendizagem. In: PENSACOM – BRASIL. São Paulo – SP. 2016. Disponível em: <http://www.portalintercom.org.br/anais/pensacom2016/textos/ana-claudia-lima-filomena-bomfim.pdf. Acesso em 14 jul. 2017.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s